Friday, May 29, 2009

[Discoteca Básica do Empório]: ZARD Best - The Single Collection (1999)



Dois anos depois da repentina (misteriosa?) partida de Izumi Sakai, a vocalista e compositora do grupo ZARD, ainda o mercado fonográfico continua a desenterrar (no sentido musical da coisa) músicas inéditas e póstumas. Bem, se no Brasil continuam desenterrando Legião Urbana, né...

Pra quem chegou agora: ZARD era um grupo formado pela vocalista Izumi Sakai e os músicos se revezavam a cada álbum. Mas a vocalista estava lá, firme e forte (até 2007) e suas músicas tocavam nas rádios direto, principalmente nos anos 1991-1995, período mais prolífico do grupo - que raramente aparecia em programas de TV e faziam shows. Eis a aura do mistério do grupo...

Conta-se a lenda de que 1) o grupo nunca existiu; 2) a vocalista era tão tímida, mas tão tímida, que tinha pavor de se apresentar na TV; 3) talvez a lenda mais aceita: a vocalista tinha um "passado negro", isto é, antes de ser cantora e compositora, Izumi Sakai, sob nome verdadeiro de Sachiko Kamachi, nos meados dos anos 80, foi modelo fotográfico [com direito a fotos nada comportadas...],
race queen e vencedora de concurso de karaoke, na qual levou a largar a "vida mundana" e ser o que foi até sua morte, mas para tentar esconder esse passado é que raramente ela se apresentava na TV. Se bem que, todas as capas dos álbuns têm a foto de Sakai. Vai entender...

Voltando às músicas: a grande maioria falava sobre desilusões amorosas, amor de juventude, amizade, conquistas. Daquelas historinhas meio água-com-açucar mas que todo mundo gostava, ainda mais que as letras casavam-se com a voz segura de Sakai. Como compositora, suas músicas foram regravadas pelos artistas - a maioria da mesma gravadora que ela - como Field of View, Wands e Teresa Teng. E posteriormente as mesmas músicas viraram self cover como "The Last Goodbye", "DAN DAN Kokoro hikareteku", "Totsuzen".

Sem falar que, algumas de suas músicas viraram tema de encerramento de alguns animes como de Slam Dunk e a série Meitantei Conan. O best of que é tema deste mês, foi feito em 1999, compreendendo as melhores músicas dos oito primeiros albuns gravados. Na época, veio até um cartão-postal para ser enviado e concorrer a um dos 600 lugares num show intimista em um navio (é, na época a lesada autora aqui de nada entendia e perdeu essa chance), o que rendeu no ano seguinte o álbum ao vivo "ZARD Cruising & Live".

O "best of" trazia a inédita "Yumei no Roulette", que era de encerramento do anime "Meitantei Conan", como faixa final da primeira coletânea (de varias posteriormente). Claro que teria que ter a música que gravou junto com o ex-técnico do Yomiuri Giants Hideo Nagashima, o sucesso "Eien" e claro, "Makenaide", tocada até hoje em muitos eventos devido a força de estímulo e conquistar a vitória.

Apesar de suas letras trazerem ora o otimismo, ora as desilusões amorosas, o grupo era tão fechado, mas tão fechado que os fãs nada sabiam sobre a vida íntima da vocalista. Não sabiam em termos... E tanto que, o tratamento que Sakai vinha fazendo contra o câncer, era segredo para muitos.

Que ela tinha esperança de melhorar e voltar a cantar, sem dúvida, foi o que deixou explícito em uma de suas notas para o fã-clube, mas que sua partida - meio mal contada por sinal - deixou muita gente com saudades até hoje.

Nota da autora: Este post era para ser no dia 27 de maio, dia em que faziam dois anos que Izumi Sakai partiu. Mas devido a alguns compromissos de última hora, só consegui hoje. E mais: foi com este álbum que dei de presente de aniversário pro marido kinguio antes de ele ser marido e kinguio, pois ele é fã dela não sei desde quando...

Continue Lendo Mais da Série:
- The Beatles - Live At The BBC
- The Monkees - Pisces, Aquarius, Capricorn & Jones Ltd.
- Carpenters - From the Top 1965-1983
- The Police - Message in a Box
- Southern All Stars - Ballad 3 - the album of LOVE
- The Rolling Stones: Singles Collection - London Years 1963-1971
- Masaharu Fukuyama: Sobre os Três "Best Of..."
- Hikaru Utada: Single Collection Volume 1

4 comments:

  1. Oeee! Eu demoro, mas apareco ne rsrs.
    Qdo a Sakai Izumi faleceu (se bem q isso cheira mais a suicidio pois cair da escada e morrer eh meio dificil de engolir) eu estava no Brasil e nem acreditei qdo li na internet. Justamente ela que cantava "makenaide mou sukoshi saigo made hashirinukete"...
    Mas a belissima obra fonografica dela permanece. E que possamos continuar "ganbattando" a cada dia!

    ReplyDelete
  2. Bas noite tia MaiK (ahahah, pra num perder o costume)!!!
    Hisashiburi ne.
    Eh, eu tambem acho que a morte de Sakai está meio mal contada, mas cadê a cartinha? Conspirações a parte, "Makenaide" foi e continua sendo a música de todos nós!
    Mudando de assunto... Assistiu hoje o SMAPXSMAP de hoje (1o de junho)? So que perdi o finalzinho, meu celular-tv nao deu antena ...

    ReplyDelete
  3. Não conheço ZARD,aliás, conheço mas nunca escutei as músicas.Ele se matou? Que coisa.Até parece japonesa....xD

    Nem ZARD, nem TRF...nunca consegui gostar...acho que é por isso que até hoje não consigo ouvir tb a Namie Amuro. Nada contra.Mas também nada a favor ! hehe

    ReplyDelete
  4. Credo! Izumi Sakai era mulher!!!
    Bom, como sempre disse, gosto é que nem traseiro...

    Sei não, daqui a pouco vou ter que fazer a parte II dos posts mais comentados????

    ReplyDelete